Design de interiores corporativo: por que sua empresa precisa disso?

Por Daniel Veiga Escritórios Modernos Nenhum comentário em Design de interiores corporativo: por que sua empresa precisa disso?

design de interiores corporativo: projeto da gerencianet

Decerto, você já ouviu muitas pessoas falarem que o escritório é sua segunda casa ou que passam mais tempo no trabalho do que em casa. Aliás, talvez já tenha ouvido isso do seu próprio time! Por isso, considerando essa relação das pessoas com o ambiente profissional, é importante que ele seja agradável, bonito, aconchegante e estimulante. Ou seja, que ofereça as melhores condições para os colaboradores desenvolverem bem as atividades. Então, é nisso que um bom projeto de design de interiores corporativo pode ajudar. 

Portanto, o design de interiores corporativo é seu aliado e pode tornar o espaço de trabalho um lugar onde as pessoas querem estar.

 

O que é design de interiores? 

A saber, o profissional de design de interiores ou de arquitetura de interiores é aquele que cria projetos para ambientes internos. Portanto, esses projetos levam em conta muito mais do que a decoração destes ambientes e sua estética, principalmente quando se trata do corporativo. Ou seja, a cultura da empresa, seu business, a funcionalidade dos espaços e a qualidade de vida das pessoas que irão ocupá-los são prioridade nessa criação

Nesse sentido, o profissional de interiores não só capta todas essas informações, fundamentais para a criação do projeto, como o cria e ainda coordena a sua execução do início ao fim, determinando o cronograma, gerenciando o orçamento e administrando todos os fornecedores envolvidos em sua realização. 

A importância de um bom projeto de design de interiores corporativo 

A saber, especialmente no caso dos projetos corporativos, sabemos que é preciso criar algo que priorize os colaboradores. Entretanto, sem esquecer que esse escritório também precisa servir como cartão de visitas para os clientes e parceiros. 

Além disso, o escritório de uma empresa é parte de sua identidade. Afinal, é o primeiro contato que os funcionários e, especialmente, os clientes têm com ela. Por isso, contribui grandemente para a confiabilidade e o fortalecimento de uma marca e deve estar alinhado com a cultura organizacional.

Portanto, o projeto precisa ser criado considerando não só as necessidades, mas também a imagem que a empresa deseja passar para todos os públicos com os quais se relaciona de alguma forma. Assim, um bom projeto de design de interiores tem como objetivos:

  • beleza;
  • organização;
  • funcionalidade;
  • conforto;
  • bem-estar. 

O que incluir no seu projeto de design de interiores corporativo?

Sem dúvida, quando vamos fazer um projeto corporativo, é fundamental entender a cultura da empresa, a sua personalidade. Por exemplo, se é mais séria ou mais descontraída. Afinal, isso tudo vai se refletir no projeto e na forma como os espaços serão ocupados. 

De fato, empresas mais jovens, têm um perfil mais informal. Principalmente startups e fintechs. Por outro lado, escritórios de advocacia e instituições financeiras mais tradicionais precisam transmitir sua austeridade e optam por projetos que têm mais sobriedade nas cores, com acabamentos mais sofisticados. 

Dessa forma, é importante pensar que o seu escritório pode representar uma vantagem competitiva para o seu negócio. Por isso, ter um espaço assinado por um profissional de interiores é tão valioso. 

A saber, os clientes internos, como o próprio nome diz, são aqueles que participam do dia a dia das atividades de uma empresa pelo lado de dentro: 

  • funcionários;
  • prestadores de serviço;
  • fornecedores;
  • equipes terceirizadas.

Então, é fundamental que o projeto de interiores priorize a ergonomia, com mobiliário adequado às atividades profissionais de todos. Bem como a iluminação, a acústica e a climatização. Sem dúvida, esses são fatores diretamente relacionados com o bem-estar no ambiente de trabalho. Por isso, impactam na produtividade e na qualidade das entregas da equipe. 

A tendência dos ambientes compartilhados

Por exemplo, é cada vez mais comum o conceito do espaço aberto e compartilhado por boa parte do time, criando uma atmosfera mais colaborativa. Assim sendo, opta-se pelas estações de trabalho, sem aquela divisão por salas que era muito comum antigamente. Inclusive, há empresas em que não há posição fixa de trabalho. Ou seja, é só chegar, escolher o lugar de trabalho daquele dia e conectar o notebook à rede. 

Sobretudo nesses casos, as salas ficam reservadas para reuniões e são equipadas com sistema completo para conferências. Aliás, em muitos escritórios a opção é por salas de reunião envidraçadas, mantendo a ideia de integração

A saber, a infraestrutura de telefonia, dados, internet, iluminação, climatização e a automação dos sistemas é algo muito importante em um projeto corporativo. Mas, pode representar um desafio, do ponto de vista técnico, a depender da estrutura do imóvel. 

Ademais, uma boa alternativa para aproveitar melhor os espaços e deixá-los com uma característica multifuncional é o uso de painéis. Afinal, eles podem ser abertos ou fechados de acordo com o objetivo de utilização do ambiente. 

Ambientes exclusivos para os colaboradores

design de interiores corporativo: interior aconchegante e interessante

Sem dúvida, espaços de convivência e descontração também têm ganhado cada vez mais espaço. Assim, as chamadas salas de descompressão podem incluir de tudo um pouco. Por exemplo:

  • sofás;
  • televisão;
  • snacks/café;
  • pufes e almofadas;
  • tapetes;
  • videogame;
  • mesa de jogos;
  • pebolim
  • bem como outras opções de lazer.

De fato, a ideia desses espaços é criar oportunidades para que os colaboradores se desconectem um pouco do trabalho. Dessa forma, podem reduzir o nível de estresse, estimular a criatividade e retornar ao trabalho revigorados. Aliás, estes podem ser espaços híbridos, para a realização de reuniões pequenas e breves. 

Além disso, também é importante que o projeto contemple um espaço adequado para refeições, além, claro, do cantinho do café, que não pode faltar! 

Por fim, outro espaço que também tem estado bastante presente nos nossos projetos são os lockers, armários onde os funcionários podem guardar seus pertences com segurança. Assim é mais fácil manter as estações de trabalho organizadas e o escritório como um todo mais clean. Além disso, um espaço organizado aumenta a qualidade de vida de todos. 

Cartão de visita para os clientes 

De fato, um outro ambiente que pode comunicar muito a respeito da empresa é a recepção. Afinal, este é o seu cartão de visita, a primeira impressão que muitos terão do seu negócio. Então, é importante que ela seja bonita, convidativa e acolhedora. Por isso, esse ambiente precisa ser muito bem planejado, para que esse contato inicial das pessoas cause o melhor impacto possível.

Decerto, a logomarca da empresa pode ser o ponto de partida da paleta de cores escolhida para o projeto, ajudando a fortalecer a marca já a partir da recepção. Aliás, a paleta pode se estender para o mobiliário, marcenaria, pintura das paredes e objetos decorativos. Por outro lado, há corporações que optam por uma paleta de cores mais sóbria, com um estilo mais clássico, tendo mobiliários e acabamentos mais sofisticados. 

De fato, não há uma regra fechada quanto a isso ou um padrão a ser seguido. Por isso, o melhor caminho é a personalização do espaço com um projeto exclusivo, feito por um escritório especializado em design de interiores. 

Inspiração para o projeto da sua empresa 

Aqui na Marília Veiga Interiores somos especialistas em projetos corporativos. Portanto, sabemos que o investimento em um projeto personalizado evita gastos desnecessários com adequações no futuro, o que pode impactar diretamente no trabalho da equipe. Além disso, ajuda a conquistar clientes, a fortalecer a marca e a imagem da empresa. Aliás, sem falar que contribui para engajar mais o time, aumentando a produtividade e a assiduidade dos funcionários. 

Então, quero destacar nesse post o projeto que criamos para a o escritório da fintech Gerencianet em Ouro Preto (MG). Inegavelmente, você perceberá que ele contempla muito do que eu falei ao longo do texto. Por exemplo:

  • paleta de cores inspirada na logomarca;
  • espaços de descompressão com mesas de sinuca e jogos eletrônicos;
  • conceito aberto e integração de ambientes;
  • diferentes espaços para reuniões;
  • bem como o uso de plantas na decoração.

A fim de transformar um imóvel de 1.400m2 em um espaço original, tecnológico e que refletisse o lado ambicioso e jovem da empresa, eles nos procuraram para realizar o projeto do zero. Então, foi feita uma reforma civil, com construtora especializada. Dessa forma, o projeto previa automação, iluminação própria para escritórios, especificação de marcenaria, compra de mobiliário e produção com objetos decorativos e plantas. Enfim, o escritório da Gerencianet se tornou um ambiente leve e descontraído, no qual as pessoas desejam estar. 

Portanto, se você precisa de um novo escritório, que reflita melhor a essência da sua empresa, que atenda aos interesses e necessidades de todos os seus públicos, conte com a nossa experiência para transformar seu espaço! Seja como for: um consultório ou um escritório de qualquer segmento. Afinal, temos as melhores soluções para você! Então, clique aqui e agende um contato com o nosso time.

  • Share:

Leave a comment